A cada dia há uma maior preocupação dos donos com a saúde do animal, seu equilíbrio físico, emocional e o seu bem estar.

Na sociedade atual, observamos que os proprietários passam a seus animais o seu próprio estilo de vida, a semelhança nos cuidados e nas especialidades medicas e terapêuticas procuradas.

Buscamos uma melhora na qualidade de vida dos animais, principalmente na fase mais difícil, quando eles se tornam idosos e começam a sofrer o envelhecimento e com ele patologias geriátricas como nos humanos. A medicina ortomolecular oferece uma visão ampliada do paciente, das reações celulares, aos órgãos e sistemas.

Os Proprietários estão cada vez mais informados e interessados em procurar o que ha de melhor para seus animais e garantir uma vida saudável e equilibrada.

O termo ortomolecular é uma palavra composta, cujo um dos componentes possui etimologia grega (ortho = justo), e significa presença em proporções adequadas das moléculas que são convenientes ao organismo. Linus Pauling, prêmio Nobel de Química (1954) e da Paz (1963), definiu-a da seguinte forma: “Medicina ortomolecular é conservar a saúde ótima e tratar as enfermidades variando as concentrações das substâncias que normalmente estão presentes no organismo e são necessárias para uma boa saúde”

Revista Cães e Gatos – Número 81 – Ano 14 – Mar/Abr/1999

A Medicina Ortomolecular preocupa-se com a eliminação dos chamados radicais livres, ou seja, as substâncias presentes no organismo que são responsáveis por numerosas doenças e pelo processo de envelhecimento.

http://www.bichoonline.com.br/artigos/gcao0007.htm

O caráter ortomolecular de uma substância empregada na terapêutica é dado pela sua participação normal em quaisquer compartimentos do organismo animal. Nesse aspecto, todas as vitaminas, os minerais, aminoácidos, etc – quando empregados no tratamento de várias patologias – são considerados fármacos ortomoleculares, pois são substâncias participantes obrigatórias da constituição da matéria viva.

http://www.bichoonline.com.br/artigos/gcao0007.htm

A Medicina Ortomolecular atua na cura e prevenção de doenças, restabelecendo o equilíbrio bioquímico dos animais através da suplementação de vitaminas, aminoácidos, minerais e enzimas. Controlando a ação dos radicais livres e a contaminação de metais pesados envolvidos em inúmeras patologias clínicas. A nutrição é também é avaliada pela ortomolecular em todos os aspectos – das substâncias contaminantes aos alimentos, sem esquecer o aspecto digestivo.

http://www.spmv.org.br/ortomolecular/